«Jesus esteve no deserto quarenta dias e era tentado por Satanás.» (Mc 1, 13)

 

 

No início deste tempo da Quaresma, encontramos Jesus no deserto. O deserto é o lugar das tentações, mas também do encontro com Deus e das grandes decisões. Hoje, ao falarmos de “deserto”, falamos de tempo para parar, decidir, rezar… para depois podermos fazer as coisas ainda melhor! A Quaresma é este “deserto”, tempo para uma vida espiritual de qualidade, tempo para reacender a Luz recebida no Baptismo, para deixarmos que brilhe em nós a Chama de Jesus Cristo.

 

 

 

tags:
publicado por catequesebarra às 18:42