Mt 5, 38-48

 

O Evangelho do próximo Domingo, parece uma espécie de carta para o inimigo, que poderia, começar assim:

 

"Meu querido inimigo, eu também te amo.  Não "cores"

Deus, de misericórdia, na sua forma mais pura, não quer "olho por olho", mas  transformar corações "corados"  feridos.

Por isso, àqueles que vivem dominados pela amargura, dá-lhes o Seu próprio coração, cheio de amor que transcende tudo, até mesmo o ódio, diferenças e ressentimentos.

 "Corados" e por dentro surge a animosidade.  

Jesus  diz-nos

 

tags:
publicado por catequesebarra às 10:52