SÚPLICA PELA FAMILIA
         (cf salmo 70)
 
 
Pai santo, vem em auxílio das famílias em sofrimento:
as que enfrentam graves doenças num dos membros,
as que têm idosos ao seu cuidado por longo tempo,
as que estão perplexas quanto à educação dos filhos
ou os pais não se entendem na orientação a seguir,
as que atravessam conflitos no seu seio, 
as que passam por um arrefecimento no amor
e passam pela tentação de romper os seus laços...
Senhor, vinde depressa socorrê-las!
Amparai-as para que não cheguem à ruptura
e iluminai-as para superarem a sua crise.
Dá a cada membro do casal a graça necessária
para fazer por amor o que o outro precisa;
dá aos pais sabedoria para ajudarem os filhos
e abertura para admirarem o bem que há neles;
aos filhos inspirai a docilidade de acolher os dons
e a simplicidade para oferecerem o melhor de si.
A todos faz crescer com as tensões e sofrimentos.
É belo viver em família, amar e ser amado!
Mas, Senhor, passam os belos momentos
e chegam as incompreensões e as queixas:
põe-se o sol, e o amor perde o seu encanto.
As ondas do mar invadem o barco
e ficam em perigo as relações de afecto.
Como os discípulos, os mais fiéis gritam:
Salva-nos, Senhor, que perecemos (cf Mt 8,25).
Não tardes, Pai santo, fortalece o amor dos casais,
reconcilia e harmoniza pais e filhos,
ajuda os membros das famílias nas suas decisões,
enche-os de coragem para fazerem o que devem;
torna os pais concordes na educação dos filhos;
e amparem-se mutuamente na autoridade
sobre o fruto do seu amor.
Exultem e alegrem-se em ti
as famílias que receberam o teu auxílio;
reconhecendo os teus benefícios,
digam sempre: Deus é salvador!
 P. Jorge Guarda
 2006-02-20

 

publicado por catequesebarra às 19:41