Perto de Ti Jesus

pesquisar

 
417022_10150616840017462_92187362461_9455221_12809

Catequese da Infância e Adolescência - Paróquia da Sagrada Família - Praia da Barra .

Segunda-feira, 21 / 02 / 11

Vem com os lírios e os pássaros!

 

 

 

 

Mt 6,24-24Mt 6,24-24

 

Muitas vezes estamos  aprisionados pelos nossos desejos: se eu tiver, se puder….  Estamos “presos”

  

Contemplar a natureza:

 

"Olhai para as aves do céu:
não semeiam nem ceifam nem recolhem em celeiros e  o vosso Pai celeste não as alimenta?

Olhai como crescem os lírios do campo: não trabalham nem fiam..."

 Deus Pai, Criador e Senhor, convida-nos a entrar na dança da gratuitidade , da contemplação, da alegria, da união com as Suas criaturas. 

 Ele cuida de nós, não esqueçamos: 

Vem com as flores silvestres e os  pássaros do céu para sentires o cuidado de Deus!

 

Patxi  desenhou um  simpático  anjinho  com um par de tesouras para que "cortemos " o que nos impede a adesão à dança da criação.

Seremos capazes de cortar esses laços ?



publicado por catequesebarra às 11:00
Quarta-feira, 16 / 02 / 11

Salmo 9

 

 

 

 

 

Louvar-Vos-ei, Senhor, de todo o coração;

anunciarei todas as Vossas maravilhas.

Alegrar-me-ei e rejubilarei em Vós;

entoarei louvores ao Vosso Nome,

ó Altíssimo.

Ámen.

                                                            Salmo 9, 1-2

 

 

 

 

 

tags:
publicado por catequesebarra às 00:47
Segunda-feira, 14 / 02 / 11

Querido Inimigo

                                                                                      Mt 5, 38-48

 

O Evangelho do próximo Domingo, parece uma espécie de carta para o inimigo, que poderia, começar assim:

 

"Meu querido inimigo, eu também te amo.  Não "cores"

Deus, de misericórdia, na sua forma mais pura, não quer "olho por olho", mas  transformar corações "corados"  feridos.

Por isso, àqueles que vivem dominados pela amargura, dá-lhes o Seu próprio coração, cheio de amor que transcende tudo, até mesmo o ódio, diferenças e ressentimentos.

 "Corados" e por dentro surge a animosidade.  

Jesus  diz-nos

 

tags:
publicado por catequesebarra às 10:52
Segunda-feira, 14 / 02 / 11

Avé Maria

 

 

Ave María, de Patxi Velasco

 

 

 

publicado por catequesebarra às 10:40
Segunda-feira, 14 / 02 / 11

Eucaristia Explicada - Apresentação dos Dons

 

A apresentação dos dons é a parte introdutória da Liturgia Eucarística. É composta de diversos elementos: recolha das ofertas dos fiéis; procissão dos dons; lavabo; oração sobre as oblatas - entretanto, pode cantar-se um cântico apropriado ao momento. ou de acordo com o dia ou o tempo; ou então tocar-se uma peça instrumental de carácter sacro; ou simplesmente ficar em silêncio.

Esta estrutura conheceu evoluções muito notórias, ao longo da história. No século II, o testemunho de Justino (na sua Apologia, por volta de 150)  descreve este momento de um modo muito simples: «apresenta-se, àquele que preside sobre os irmãos, pão e uma taça de água e vinho misturado: depois de o receber, eleva ao Pai de toda  as coisas louvor e glória.» Nos séculos seguintes, foram-se desenvolvendo alguns aspectos, sobretudo a procissão dos dons por parte dos fiéis, a colecta em favor da igreja e dos pobres, cantos de ofertório e várias orações pessoais ou «apologias» com as quais o sacerdote professa a sua indignidade diante do santo Mistério a que vai presidir.

O Missal de Paulo VI não chama «ofertório»  a este espaço, mas, com mais propriedade, «preparação das oferendas» ou «preparação dos dons», recordando que a verdadeira oferenda, e, portanto, o «ofertório» da Missa, não é o do pão e do vinho, mas o do Corpo e do Sangue de Cristo, e isso acontece dentro da Prece Eucarística: « Celebrando, agora, Senhor, o memorial [...] nós Vos oferecemos o pão da vida e o cálice da salvação.»

As ofertas da assembleia são materializadas no pão e no vinho trazidos ao altar e significam a própria vida de cada um dos membros da assembleia; são símbolo dos fiéis e da sua existência, que  se une à oferenda de Cristo. O gesto da apresentação, feito pelo  Presidente da Celebração, consiste em suster os dons nas mãos, um pouco acima do Altar, enquanto diz em voz baixa, ou alta, uma oração de bênção / acção de graças (Bendito sejais, Senhor...]

Depois o Presidente inclina-se diante do altar [diante de Deus - o Altar é o elo de ligação] e faz uma oração penitencial preparatória, que culmina com o gesto de lavar as mãos [lavabo], enquanto recita um versículo do Salmo 50 : «lavai-me, Senhor, da minha iniquidade e purificai-me do meu pecado».

Por fim, o Presidente convida toda a Assembleia celebrante a rezar e recolhe numa oração a de todos.

 

Pe.Ângelo

in Farol 708

publicado por catequesebarra às 10:30
Domingo, 13 / 02 / 11

Festa da Aliança

O grupo do 5ºano celebrou hoje a Festa da Aliança. 

  

Ao longo da história do Povo de Deus foram várias as Alianças estabelecidas entre Deus e o Seu povo, que procurou cumpri-las com fidelidade e amor. Todas as Alianças que se estabeleceram são Alianças vivas, que se renovam de geração em geração.

 

Abraão e Sara:  Multiplicarei a tua descendência como as estrelas do céu."

Deus entrega a Moisés as duas “Tábuas da Lei”

Com David Deus renova a Aliança feita no Monte Horeb. David é um rei muito bom que luta pela união do Povo de Deus.

Por fim, com Jesus, Deus estabelece uma nova e definitiva Aliança com toda a humanidade. Jesus ensina-nos a viver numa Aliança de amor com Deus, na qual temos de nos amar uns aos outros com o mesmo amor que Ele nos tem. Jesus oferece o seu corpo, o seu sangue, a sua vida por todos nós.

  

Ao longo deste ano de catequese estamos a conhecer melhor o projecto que Deus tem para o Seu povo.

Para nos ensinar este projecto temos sido acompanhados pelas grandes figuras do povo de Deus do Antigo Testamento – Abraão, Moisés, Rei David – até que nos encontraremos, finalmente, com Jesus Cristo, a manifestação plena de Deus no meio de nós.

 

Temos descoberto que Deus nunca abandona o Seu Povo, manifestando-Se em renovadas Alianças que culminam em Cristo.

Estas Alianças de Deus com o povo são os alicerces fundamentais a partir dos quais nasce e se desenrola toda a história do povo de Deus.

Descobrimos, igualmente, que o Povo de Deus continua esta caminhada ao longo dos tempos, peregrino a caminho da Pátria Celeste.

Este novo Povo de Deus é a Igreja de que todos nós fazemos parte.

 

Agora sabemos que o projecto de Deus é reunir toda a humanidade num só Povo que O conheça na verdade e O sirva santamente e quando respondemos ao Seu Amor, o projecto concretiza-se.

 

Ao Povo de Deus que caminhava para a terra Prometida foram ditas estas palavras:

“Servi o Senhor com toda a rectidão e verdade.

Tirai esses deuses que os vossos pais serviram do outro lado do rio e no Egipto, e se

rvi o Senhor”.

 

O Povo respondeu: “Serviremos o Senhor, porque Ele é o nosso Deus”.

 

Por outro lado, sabendo que só Jesus é Caminho, Verdade e Vida,

 

Sabeis quem escolher, a quem servir?

 

SIM, SERVIREMOS O SENHOR COM AMOR, POIS SÓ ELE É O NOSSO DEUS.

  

Parabéns. Por mais esta etapa!

publicado por catequesebarra às 00:09
" Bendito seja o Senhor que tanto nos ama"

mais sobre mim

Fevereiro 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
15
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28

links

arquivos

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

pesquisar

 

subscrever feeds