Perto de Ti Jesus

pesquisar

 
417022_10150616840017462_92187362461_9455221_12809

Catequese da Infância e Adolescência - Paróquia da Sagrada Família - Praia da Barra .

Sexta-feira, 03 / 08 / 07

Confessionário

Um pouco de humor….

 

 

 

publicado por catequesebarra às 01:23
Sexta-feira, 03 / 08 / 07

Papa anuncia Ano Paulino

 

Bento XVI anunciou a celebração de um "especial ano jubilar" dedicado ao Apóstolo Paulo, por ocasião dos 2000 anos do seu nascimento.

 

O Ano Paulino irá prolongar-se de 28 de Junho de 2008 a 29 de Junho de 2009.

Paulo passou de "violento perseguidor dos cristãos" a Apóstolo de Jesus e por ele "sofreu e morreu". "Como é actual, hoje, o seu exemplo"

 

nascimento de Paulo é colocado pelos historiadores entre o ano 7 a 10 depois de Cristo.
O Papa indicou que Roma será um local privilegiado para a celebração deste Ano Paulino, dado que a cidade conserva o túmulo de São Paulo, descoberto na Basílica romana de São Paulo fora de muros.
"Na Basílica papal e na antiga abadia beneditina poderão ter lugar uma série de eventos litúrgicos, culturais e ecuménicos, pastorais e sociais, todos respeitantes à espiritualidade paulina", disse.

Um destaque especial vai ser dada às peregrinações junto ao túmulo do Apóstolo. Congressos de estudo e publicações especiais de textos paulinos juntam-se a estas iniciativas, para "fazer conhecer cada vez melhor a imensa riqueza dos ensinamentos" de São Paulo, verdadeiro "património da humanidade redimida em Cristo".
Iniciativas análogas poderão ser realizadas noutras partes do mundo, promovidas por muitas das Instituições que levam o nome de São Paulo ou se inspiram nos seus ensinamentos.

Paulo de Tarso
Paulo foi uma das figuras que marcou, de forma decisiva, a história do Cristianismo, o Apóstolo que anunciou o Evangelho em todo o mundo antigo, sem nunca vacilar perante as dificuldades, os perigos, a tortura, a prisão ou a morte.
Nasceu na cidade de Tarso, na Silícia, numa família judaica na diáspora, mas com cidadania romana. Paulo não foi primariamente um escritor, mas um rabino convertido na célebre “Visão de Damasco” (Act 9,1-19; Act 22,4-21; Act 26,9-18) que percorreu muitos milhares de quilómetros, anunciando de cidade em cidade o “Evangelho” da morte e ressurreição de Jesus. Morreu em Roma, no ano 67.
O nome de Paulo aparece como autor de 13 Cartas do Novo Testamento, escritas a diferentes comunidades, ao longo de uns cinquenta anos: Romanos, Gálatas, 1 Tessalonicenses, 1 e 2 Coríntios, Filipenses e Filémon; 1 e 2 Timóteo, Tito, Efésios, Colossenses, 2 Tessalonicenses.

Teologicamente falando, Paulo assimilou o sistema teológico dos cristãos de origem helenista, que antes perseguia, e começou a pregação contra o sistema judaico, que antes seguia com rigor de fariseu. Os próprios judeo-cristãos de Jerusalém foram certamente poupados na sua “perseguição” ao Cristianismo nascente, porque salvavam a relação umbilical entre Cristo e Moisés e não pareciam a Paulo mais do que um “desvio” farisaico.
Esta inculturação do Evangelho na cultura helenista – tipicamente citadina – levou Paulo, homem da cidade, a utilizar uma linguagem mais teológica e abstracta, própria do ambiente evoluído em que pregou o Evangelho, em contraposição com a linguagem campestre utilizada por Jesus no ambiente agrícola e pastoril da Palestina.

O túmulo
Os responsáveis vaticanos asseguram que o sarcófago que se encontra sob o altar papal da Basílica de São Paulo, em Roma, era considerado, já em 390, como o do Apóstolo. Já no fim do século II, o presbítero romano Gaio, citado por Eusébio, assinalava a existência do “tropaion” erguido como testemunho do martírio de Paulo.
As escavações decorreram entre 2002 e 22 de Setembro de 2006, permitindo trazer à luz do dia a abside da Basílica costantiniana, englobada no transepto do edifício dos três Imperadores, Teodósio, Valentiniano II e Arcádio (que ampliaram a Basílica de Constantino).

tags:
publicado por catequesebarra às 01:03
Quinta-feira, 02 / 08 / 07

Regras mais apertadas para padres

 

 

Os bispos portugueses querem maior rigor no acolhimento de padres desconhecidos. O pedido surge na sequência do caso do falso padre que andou mais de dois anos a celebrar missas, casamentos, baptizados e funerais nas dioceses de Braga, Porto e Algarve.

A ideia é conferir se a pessoa em causa é de facto um sacerdote ordenado pela Igreja Católica.

Os padres católicos possuem um cartão de identificação emitido pela diocese onde trabalham, e que deve ser renovado anualmente.

No entanto, na prática os padres não apresentam essa identificação a ninguém.

De acordo com o porta-voz da Conferêcia Episcopal portuguesa, vai ser analisada a possibilidade de o cartão ser uniformizado a nível nacional, de maneira a não gerar equívocos. 


                                                                                                                                     SIC

tags:
publicado por catequesebarra às 12:50
Quinta-feira, 02 / 08 / 07

Evangelizar a cultura do lazer

 

Durante o Verão, o bispo de Aveiro, D. António Francisco Santos, estará presente em várias comunidades daquela diocese (Torreira, S. Jacinto, Barra, Costa Nova, Vagueira e Curia) para reflectir sobre «A Igreja e os valores do tempo presente: a vida, a família, a vocação e a solidariedade».

O programa da «Pastoral de Verão» apresentado no dia 26 de Julho, nas instalações da Rota da Luz. O principal assunto foi  a apresentação do programa da Pastoral de Verão nas comunidades que promovem e vivem "mais intensamente o turismo como actividade social e económica nesta altura do ano" - realça um comunicado de imprensa da diocese.
Ao longo deste período de veraneio, D. António Francisco pretende "evangelizar a cultura do lazer. Uma Igreja que quer acolher com espírito fraterno e abertura cristã, os veraneantes e turistas". Este ano haverá aspectos inovadores: "Presença dos seminaristas nesta itinerância de evangelização do Bispo de Aveiro; A referência ao voluntariado missionário e A participação dos Secretariados Diocesanos de Pastoral Juvenil e Vocacional e da Pastoral Social nesta iniciativa".

Numa Igreja que se quer de Acção, voltada para a Sociedade e em testemunho daquilo em que acredita, o Bispo de Aveiro irá neste tempo de Verão, pela primeira vez desde que está na Diocese inaugurar as acções de Pastoral do Verão nas comunidades que mais vivem o tempo retemperador de férias e de lazer no território da Diocese.

A escolha dos temas de reflexão para este período referem-se a esta componente interventiva que o Bispo Diocesano quer realçar e potenciar na vida da sociedade: o valor, a beleza e a riqueza da vida na sua plenitude, a família, a sua importância e bem-estar… título que reflecte e conclui o tema aglutinador geral do ano pastoral de 2006/2007, a vocação como potenciação do ser humano de fazer escolhas para a sua vida e que as mesmas sejam feitas com Amor, ao Mundo e a Deus, e a solidariedade como valor intrínseco do cristianismo que não pode parar enquanto houver alguém em sofrimento, com necessidades básicas para suprir, enquanto houver alguém sem amor, sem acolhimento, sem viver plenamente os direitos humanos declarados pelas nações unidas que reflectem os próprios valores da sociedade judaico-cristã de Amor, fraternidade, solidariedade e atenção aos que mais necessidades têm.

Este tema introduzirá o referente aglutinador ao ano pastoral de 2007/2008: a Igreja ao serviço dos mais pobres, centrada na Acção Social e Caritativa, cuidadosa às necessidades dos que mais precisam, à escala local de Aveiro (nas diversas instituições e obras de acção social com que a Igreja trabalha) e à escala global (pelas Missões Humanitárias que promove e Voluntários Missionários que envia para África, América Latina e Timor-Leste).

 

 

PROGRAMA – CALENDÁRIO PASTORAL

Dia 4 de Agosto:
19h – Eucaristia na Igreja da Senhora da Boa Hora, Vagueira
Dia 5:
9h – Eucaristia na Igreja da Senhora da Boa hora, Vagueira
Dia 6:
21,30 – Encontro/Reflexão, Vagueira
Dia 11:
19h –Eucaristia na Igreja da Torreira
Dia 12:
8h e 11h –Eucaristia na Igreja da Torreira
Dia 13:
21,30 – Encontro/ Reflexão, Torreira
Dia 14:
21: Eucaristia na Festa de Nossa Senhora da Saúde, em Fermentelos
Dia 15:
Termas da Cúria
Dia 19:
Peregrinação ao Santuário de Nossa Senhora do Socorro, em Albergaria
Dia 25:
19h –Eucaristia na Igreja da Barra
21,30h –Eucaristia na Igreja da Costa Nova
Dia 26:
9,30 –Eucaristia na Igreja da Costa Nova
11h –Eucaristia na Igreja da Barra
Dia 27:

21,30h –Encontro/Reflexão, Costa Nova

 

 

Fonte Ecclesia

publicado por catequesebarra às 12:38
" Bendito seja o Senhor que tanto nos ama"

mais sobre mim

Agosto 2007

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

links

arquivos

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

pesquisar

 

subscrever feeds