«Vigiai e Orai em todo o tempo»


É com este convite que iniciamos um novo Ano Litúrgico e um novo tempo - o tempo do Advento. Nele vivemos a expectativa da vinda messiânica, como outrora o Povo de Israel; vivemo-la, numa dimensão escatológica,aguardando a Sua ultima vinda no fim dos tempos; e vivemos esta expectativa no dia - a -dia da nossa vida, onde o Senhor vem permanentemente, de tantas e tão variadas formas.
O convite de Jesus é a que vivamos a expectativa da sua vinda na vigilância. Cultivar esta atitude evangélica, tantas vezes recomendada, é procurar estar atento aos sinais do Reino que se manifestam nas coisas simples e pequenas do dia - a - dia. A atenção ao próximo e às suas necessidades é o caminho mais excelente da vigilância, já que não há forma mais direta de encontrarmos Deus e a Sua proposta de Salvação.
A outra exortação é a oração. A oração é o ambiente próprio de abertura da nossa vida a Deus e aos seus projetos; é o espaço que damos a Deus para que Ele exerça em nós o Seu poder salvífico e nos encha dos seus dons. O Advento deve ser tempo de oração.
Ao viver esta hora de Missão Jubilar, deixemo-nos entusiasmar pelo convite do Senhor que vem para nos salvar e vamos também nós ao Seu encontro de coração aberto e disponível.
Que diferença vai fazer na minha vida este Tempo diferente?

Pe.Ângelo
in Farol 788 (Domingo I do Advento - Ano C)

publicado por catequesebarra às 14:05